Sábado, 5 de Maio de 2007

Luiza Possi - Seu Nome

Quando essa boca disser o seu nome venha voando
Mesmo que boca só diga o seu nome de vez em quando
Quando essa boca disser o seu nome venha voando
Mesmo qua boca só diga o seu nome de vez em quando

Posso enxergar no seu rosto um dia tão claro e
luminoso
Quero provar desse gosto ainda tão raro e misterioso
Do amor

Quero que você me dê o que tiver de bom pra dar
Ficar junto de você é como ouvir o som do mar
Se você não vem me amar é maré cheia, amor
Ter você é ver o sol deitado na areia

Quando quiser entrar e encontrar o trinco trancado
Saiba que meu coração é um barraco de zinco todo
cuidado
Quando quiser entrar e encontrar o trinco trancado
Saiba que meu coração é um barraco de zinco todo
cuidado

Não traga a tempestade depois que o sol se pôr
Nem venha com piedade porque piedade não é amor



publicado por daidjc às 15:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.tags

. todas as tags

.posts recentes

. A vida é

. Amigos!!!!

. Velha infancia - Tribalis...

. Lei do Mundo.

. Para Refletir....

. O Trem da Vida.

. " ROSA DE HIROSHIMA"

. "Eu hoje joguei tanta coi...

. Se você

. Quase.

.links

SAPO Blogs

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds